segunda-feira, 2 de abril de 2007

Da nascente à foz



Não há maior sol do que o sorriso de um filho, quando as palavras ainda não existem, quando tudo são olhares e são os gestos, os cuidados que falam. Quando os cercamos de beijos e abraços concâvos, desenhado com nosso corpo a concha salgada com a pérola do nosso amor maior que a vida e os rodeamos de todo o bem do mundo. Quando eles são a água que corre e nós, os pais, a margem e partilhamos ainda todos a mesma viagem.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...