sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Poema de Natal de Mário de Sá-Carneiro





A NOITE DE NATAL


Em a noite de Natal
Alegram-se os pequenitos;
Pois sabem que o bom Jesus
Costuma dar-lhes bonitos.


Vão se deitar os lindinhos
Mas nem dormem de contentes
E somente às dez horas
Adormecem inocentes.


Perguntam logo à criada
Quando acorde de manhã
Se Jesus lhes não deu nada.


– Deu-lhes sim, muitos bonitos.
– Queremo-nos já levantar
Respondem os pequenitos.



Mário de Sá-Carneiro

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...